Palavra do Pastor

4 de setembro de 2017

A Santa Palavra de Deus

Recordando a vida e o trabalho de São Jerônimo, grande tradutor e amante da Palavra de Deus, vamos valorizar de forma toda especial em nossas vidas, em nossas comunidades, em nossos grupos, em nossa Igreja do Brasil, A PALAVRA DE DEUS, A SANTA BÍBLIA. Nosso foco é Jesus Cristo, sua pessoa, suas atitudes, atos, palavras e ensinamentos.

Lemos no Evangelho de São João que “no princípio era a Palavra, e a Palavra estava em Deus e a Palavra era Deus” (Jo 1,1s). E nós sabemos que esta Palavra, era o Verbo de Deus e que este era o Cristo, o Filho de Deus. Por isso que rezamos com o evangelista: “e o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade” (Jo, 1, 14s).

Que maravilhoso ler o texto do evangelho de Jesus presente em sua cidade de Nazaré e indo rezar na sinagoga no dia de sábado.

Vamos ver o que Jesus faz e diz, acerca da Palavra de Deus. O texto que vamos utilizar é de Lucas 4, 16ss: “Indo para Nazaré, onde fora criado, entrou, num sábado, na sinagoga, segundo o seu costume, e levantou-se para ler. Então, lhe deram o livro do profeta Isaías, e, abrindo o livro, achou o lugar onde estava escrito: O Espírito do Senhor está sobre mim, pelo que me ungiu para evangelizar os pobres; enviou-me para proclamar libertação aos cativos e restauração da vista aos cegos, para pôr em liberdade os oprimidos, e apregoar o ano aceitável do Senhor. Tendo fechado o livro, devolveu-o ao assistente e sentou-se; e todos na sinagoga tinham os olhos fitos nele. Então, passou Jesus a dizer-lhes: Hoje, se cumpriu a Escritura que acabais de ouvir. Todos lhe davam testemunho, e se maravilhavam das palavras de graça que lhe saíam dos lábios…”.

Vemos Jesus rezando e lendo a Santa Palavra de Deus. Ele, a Palavra viva, toma em suas mãos o livro do profeta Isaías para confirmar as Escrituras a seu respeito. Ele, o Deus conosco, “o filho de José”, o conterrâneo de Nazaré, participa de vida religiosa de sua comunidade e segue os princípios litúrgicos de sua comunidade.

Certamente Jesus contou com a educação da fé de José e de Maria que o introduziram nos mistérios de Deus, recordando com Ele as palavras da Sagrada Escritura, levando-o, ainda criança, ao seio da sua comunidade de Nazaré para rezar e ouvir a Palavra de Deus.

Por isso, Jesus, em suas palavras vai ensinando os seus discípulos, apóstolos, amigos e amigas, repetindo as palavras da bíblia judaica que ele tão bem conhecia. É em Jesus que nos espelhamos para viver com alegria e com maior profundidade, neste mês de setembro, a Palavra de Deus.

É o Espírito Santo que conduz Jesus e o faz falar as coisas do Pai. É o Espírito Santo que nos deve conduzir para realizar as obras de Deus.

Amemos, pois profundamente a santa Bíblia, inspirada por Deus e escrita por tantos escritores sagrados que, nos diversos livros, nos fizeram e fazem conhecer a SANTA PALAVRA DE DEUS.

Que bom e que necessário é fazer de nossa Catequese um ressoar da Palavra de Deus!

Começando pela pessoa de Jesus Cristo, luz do mundo, e passando pela vida das pessoas, que seguindo Jesus e sua santa Palavra, enriqueceram o mundo de bem e de vida. Partir sempre da Palavra de Deus é o ensinamento da Igreja Católica para seus filhos e filhas. Em tudo.

Certamente encontraremos pessoas que não aceitam esta Palavra ou até combatem esta Palavra. Isso aconteceu, também com Jesus, em Nazaré, quando o expulsaram da sinagoga. Mas com Jesus, continuaremos a anunciar o Reino de Deus e a vitória definitiva da Palavra de Deus, como lemos no livro do Apocalipse.

E como é importante preparar-se bem para ler a Palavra de Deus em público: nas missas, nas liturgias, nas celebrações, nos encontros, nas orações comunitárias. Como é bonito e importante escutar uma leitura bíblica bem lida: com calma, com clareza, com boa pronúncia, com o tom de voz capaz de ser ouvido por todos, pronunciando corretamente as palavras e fazendo a leitura conforme a pontuação estabelecida.

Todos se alegram por ouvir bem a mensagem que a Palavra traz. Ao contrário, como é triste escutar uma leitura da Palavra de Deus mal feita: truncada, sem pontuação, com erros de leitura, com pressa e sem sentido, dizendo palavras inexistentes no texto, etc.

Amemos, pois, a santa Palavra de Deus. Vivamos, pois, segundo a Palavra de Deus. Deixemo-nos iluminar em nossas ações, decisões, conversas, discursos, opiniões pela Santa Palavra de Deus.

Conservemos em nossa casa, em lugar de destaque a santa Bíblia, lendo-a sempre que possível e ensinando o seu conteúdo para os filhos e filhas, para a nossa família.

Salve a Santa Palavra de Deus! Sejamos homens e mulheres da Palavra e de palavra.

Dom José Valmor Cesar Teixeira, SDB
Bispo Diocesano






CatolicaSJC Web Rádios

0 Comments


Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *