Artigos

12 de setembro de 2017

500 Anos da Reforma

A comemoração conjunta luterano – católica dos 500 Anos da Reforma, em clima ecumênico, é algo atual, relevante e até necessário para a sociedade em nossos dias. Ao lado do fenômeno da globalização, crescem paradoxalmente, em todas as partes do mundo, atitudes de intolerância, discriminação e, pasmem, defesa das conhecidas e ideológicas “guerras religiosas”.

Depois da belíssima e participada Celebração Ecumênica dos 500 Anos da Reforma na Igreja Luterana do Jardim Satélite, – presidida pelo Pastor Sinodal da IECLB Geraldo Graf e nosso Bispo Diocesano Dom Cesar Teixeira, – realizada no dia 31 de maio, com cobertura pela TV Vanguarda, a Diocese celebra ainda dois outros importantes eventos comemorativos.

  1. Dia 11 de setembro

 Ontem, em nossa Faculdade Católica, tivemos o Debate Acadêmico – Teológico sobre a pessoa de “Maria” e, seu papel na história da Salvação, em relação a Cristo e à Igreja. Com este tema “mariano” procurou – se unir duas grandes celebrações de 2017: 500 Anos da Reforma e 300 Anos do achado da Imagem de Nossa Senhora no Rio Paraíba.

Que bom ouvir e falar com liberdade a quem pensa e crê diferente de nós. Discutir Teologia num clima de respeito mútuo, procurando aprender um do outro, sem ofensas, preconceitos nem anátemas.

O Pr. Marcus Ziemann da Igreja Evangélica de Confissão Luterana do Brasil (IECLB) falou de Maria no pensamento do Reformador Martinho Lutero. Uma feliz e anterior iniciativa na mesma linha foi a reedição ecumênica da obra “magnificat, o louvor de Maria” de Martinho Lutero, pelas Editoras Sinodal (Luterana) e Santuário. Vale a pena adquirir, ler o escrito e oferecê-lo de presente a um parente ou amigo evangélico.

O Pe. José Bizon, Assessor da CNBB Sul 1 para o Diálogo Ecumênico, discursou sobre “Maria na perspectiva ecumênica pós – conciliar” (Vaticano ll): convergências e divergências no pensamento teológico entre católicos e luteranos.

  1. Dia 21 de Outubro

Às 19h, na Câmara Municipal de São José dos Campos, um Evento Social e Cultural, com apresentação de Música Sacra Cristã, do Gregoriano (típico da liturgia Católica) aos Hinos das Igrejas nascidas da Reforma. A música une a todos com Deus e entre si: “Quem canta, reza duas vezes” (Sto. Agostinho).

A apresentação ficará a cargo do Coro da Câmara do Vale do Paraíba sob a regência e direção do maestro Rodrigo Lopes. O seu objetivo é divulgar através de arte, valores como tolerância, convivência, respeito à diversidade cultural, humanismo, e espiritualidade, entre outros.

O grupo é composto por 10 cantores, oriundos de cidades do Vale do Paraíba com formação em canto lírico, dedicados ao estudo da música vocal de câmara. O grupo tem acompanhamento de órgão e violoncelo.

Sua apresentação no dia 21 de outubro terá como repertório: o Canto Gregoriano como ponto de partida e a Música Polifônica de Palestrina (1525 – 1594), seguida de Composições Luteranas, destacando os hinos compostos pelo próprio Reformador.

E, ainda, a Música Calvinista na França e a Anglicana, o que nos dá a dimensão da diversidade de cores, texturas e expressões da Música Cristã no século XVl. O auge do Estilo Luterano com Johann Sebastian Bach (1685 – 1750 séc. XVlll). “O objetivo e a meta final da música não deveria ser outro senão a glória de Deus e o prazer da alma” (Johann Sebastian Bach).

Finalizando a apresentação com o gênero musical “Negro Spirituals” dos séculos XlX e XX dos EUA, fundindo a cultura cristã europeia e africana.

Organize seu grupo da Igreja e participe conosco destes importantes Eventos dos 500 Anos da Reforma em nossa Cidade, num clima de amor fraternal, de respeito e diálogo ecumênico, buscando construir pontes e contribuir, naquilo que for possível, para que se realize o pedido de Jesus “que todos sejam um” (cf. Jo 17,21).

Pr. Marcus Ziemann
Igreja Evangélica de Confissão Luterana do Brasil

Pe. Sebastião Cesar Barbosa
Assessor Diocesano do Diálogo Ecumênico






CatolicaSJC Web Rádios

0 Comments


Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *