Notícias da Diocese

10 de julho de 2017

Conheça e compartilhe a cartilha ‘Cuidando da Casa Comum

A Cartilha “Cuidando da Casa Comum” foi destaque na Rádio Vaticano na última semana. Confira a reportagem especial, na íntegra:

A partir da fé cristã, vivenciar a Espiritualidade Ecológica, e o cuidado com a Casa comum: é a meta da Comissão Socioambiental da Diocese de São José dos Campos (SP). E a para promover o apoio, a sensibilização e a formação socioambiental nas paróquias, pastorais, movimentos e organismos, em 2015 a Comissão teve uma ideia que tem dado resultados. Com um grupo de leigos, foi criada a cartilha “Cuidando da Casa Comum”, que reúne dicas práticas e objetivas que podem ser aplicadas em nosso cotidiano. Hoje nós vamos conhecê-la com o Professor Luciano Rodolfo de Moura Machado, educador ambiental e coordenador da Comissão. Ele começa explicando como surgiu a ideia.

“Nós sabemos que a Igreja do Brasil tem uma grande tradição através das Campanhas da Fraternidade em tratar de temas ambientais como, este ano, falamos do tema dos biomas. Notamos que a questão ambiental ficava sem uma maior dimensão de conversas, de ações em nossas paróquias. Então, a ideia da formação deste grupo era dar perenidade, continuidade na discussão, no debate, nas ações no campo socioambiental”.

“A Encíclica Laudato si, que completou em 18 de junho 2 anos, motivou ainda mais a criação deste grupo. A ideia da Cartilha era justamente dar maior visibilidade para a Encíclica do Papa, por meio de dicas práticas e objetivas, que possam ser aplicadas no nosso cotidiano, seja nas ações das paróquias, dos movimentos, da Igreja Católica, mas também que isso transborde para a sociedade”.

Nós, como cristãos, na sociedade, como podemos fazer a diferença… esta cartilha teve este intuito”.

Quem de nós não tem um velho celular, um gravador de K7 ou outro equipamento eletrônico obsoleto mofando em algum canto de casa esperando para ser eliminado? A Comissão Socioambiental da Diocese de São José dos Campos pensou nisso…

 “Várias ações que viemos desenvolvendo nestes últimos dois anos têm surtido efeito nas comunidades. Uma das ações que tem chamado bastante a atenção das pessoas é o recolhimento de resíduos eletrônicos, utilizando as paróquias como ponto de entrega. Existe uma cooperativa especializada em resíduos eletrônicos aqui na cidade e nós fazemos uma campanha. A cada final de semana eles ficam numa paróquia , que é mobilizada com duas semanas de antecedência para que seja este ponto de coleta”.






CatolicaSJC Ano Mariano

0 Comments


Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *